Aumento de 16,73% na constituição de Novas Empresas

2018 Vs 2019 – 1º Trimestre

 

Empresas traduzem-se em empregos e em riqueza. Assim, ao analisarmos a dinâmica empresarial nacional podemos identificar possíveis disparidades no país.

Desde o início do ano, e até final do mês de março de 2019, foram constituídas 15.927 novas empresas, representando um acréscimo de 16,73% relativamente ao mesmo período de 2018.

Este crescimento é generalizado a todos os setores de atividade e distritos.

O país desenvolve-se de forma harmoniosa?

 

Relativamente ao mês de fevereiro, foi nos distritos de Viseu (-24,55%), Vila Real (-23,53%) e Guarda (-23,08%) que se verificou a maior variação negativa. Por oposição, os distritos com maior crescimento em relação ao mês anterior, foram Évora (27,7%), Açores (22,45%) e Castelo Branco (21,28%).

A dinâmica regional demonstra claramente uma discrepância ao nível da distribuição do investimento. A aposta dos empresários portugueses tem vindo a recair nos distritos do litoral, relegando para um segundo plano os distritos do Interior do país, Alentejo e as Regiões Autónomas.

Nesse sentido e de um ponto de vista estratégico, o país necessita urgentemente de não só reforçar as suas políticas de incentivo ao investimento empresarial nos distritos com menos empresas, mas também num programa de intervenção, com serviços públicos de apoio às empresas e populações. Alguns oásis estão a surgir, como  foi anunciado pela Autarquia da Covilhã, onde vai ficar sedeado, nas antigas instalações dos CTT da Covilhã, o Centro de Inovação do Turismo,  com uma forte ligação à Universidade,  às Escolas de Turismo e aos Centros de Incubação. Esta iniciativa  irá atrair empresas e investidores e gerando, assim,  emprego qualificado e riqueza.

A implementação do programa é prioritária,  pois estes Distritos carecem de estímulos de desenvolvimento, como o reforço de incentivos de investimento à exportação de produtos locais, incentivos ao investimento privado, tanto a nível de infraestruturas, como suporte imobiliário (por ex. cedência de espaços para instalação das empresas), criação de gabinetes especializados no apoio a candidaturas aos fundos comunitários, entre outras medidas que contribuam para evitar a desaceleração tão acentuada da economia e a, consequente, desertificação populacional.

Não existir progresso no conjunto do país, afeta necessariamente o desenvolvimento sustentável como um todo.

No que diz respeito aos setores de atividade, este mês de março registou um pequeno abrandamento quase generalizado com menos 13,6% de novas empresas constituídas, relativamente ao mês anterior. Contudo, e ainda assim, os únicos setores que registaram um crescimento face ao mês de fevereiro foram: Informática e Telecomunicações (+10,6%), Imobiliária (1,22%), Agricultura e Pecuária (13,39%) e a Restauração e Turismo (0,99%).

No que concerne aos encerramentos, em comparação com o período homólogo, no 1º trimestre de 2019 menos 18,64% empresas encerraram a sua atividade, tendo-se registado simultaneamente um decréscimo de 17,63% nos pedidos de insolvência empresarial.

 

Por cada empresa encerrada, nascem outras novas 3 empresas.

O rácio entre as constituições e os encerramentos de empresas diminuiu de 2,8 em 2017 para 1,7 em 2018. Isto significa que foram criadas 1,7 empresas por cada uma que encerrou em 2018. No primeiro trimestre a tendência é de inversão e recuperação, por cada uma que encerra a sua atividade, nascem outras novas 3 empresas.

 

 Valores referentes ao 1º trimestre de 2019

Enquanto medidas de base não forem adotadas,   não se vislumbram alterações significativas nas tendências de esvaziamento empresarial, envelhecimento e empobrecimento, que se têm verificado no Interior, Alentejo e Ilhas, relativamente aos grandes centros situados no Litoral (Lisboa, Porto, Braga, Aveiro, Setúbal e Faro).

Não se criando empresas, não se cria emprego nem riqueza.

 

ALGUNS DOS NOSSOS PARCEIROS

ENTRE EM CONTACTO

Se deseja ser contactado por um consultor da Infotrust sobre um produto ou qualquer outra questão, por favor preencha o formulário abaixo com os seus dados.
NOME *
EMAIL *
TELEFONE / TELEMÓVEL *
* Campos de preenchimento obrigatório

Este site utiliza "cookies" para funcionar correctamente. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. - Saiba mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close