NO 1º TRIMESTRE DE 2018 NASCERAM 145 NOVAS EMPRESAS POR DIA

145 NOVOS POTENCIAIS CLIENTES POR DIA


A atividade económica nos últimos semestres, mantém-se em recuperação, apresentando taxas de crescimento do PIB positivas e agora mais sustentadas. Também o investimento, bem como as exportações e importações, aumentaram em volume. Este enquadramento económico espelha-se também na constituição de novas empresas.

Nos primeiros três meses do ano a base de dados de empresas em Portugal cresceu com 13.016 novas empresas, o que representou um aumento de 12,3% face ao período homólogo do ano anterior.

Em termos percentuais, os setores onde se verificou um maior crescimento na constituição de empresas  foram o setor imobiliário – mais 367 empresas (aumento de 39,21%) e no setor da construção – mais 118 empresas (aumento de 28,5%). Podemos dizer que este crescimento se deve à retoma dos sectores, que após anos de recessão da economia estão agora a retomar a normal actividade.

Nas indústrias extrativas o aumento percentual foi de 85,79%, tendo, no entanto, sido criadas apenas 6 empresas. Por outro lado empresas, respetivamente. Por outro lado, os setores da agricultura, pecuária, pesca e caça registaram um menor número de empresas a serem criadas, em comparação ao ano homólogo do ano de 2017.

Geograficamente, os distritos de Lisboa e Porto registam na base de dados o maior número de empresas a nascer, sendo que em Lisboa totalizam 4.470 (acréscimo de 18% relativamente ao período homólogo) e no Porto o aumento foi de 16,02%, materializando-se em 2.375 novas empresas.

Verifica-se também um decréscimo no número de encerramentos das empresas, tendência que dura desde 2016, acontecendo o mesmo com as Insolvências das empresas.

Além do crescimento do setor dos serviços, que apresentou a maior subida percentual de 2017, no que concerce à constituição de novas empresas, o retalho em Portugal, registou igualmente um forte crescimento que vinha a registar-se desde 2015. De ressalvar que o setor da restauração e turismo representa 36% das novas empresas, sendo hoje um setor muito apetecível ao Investimento, tendo em conta os diversos benefícios e incentivos que são atribuídos ao sector. A ideia de Portugal ser, atualmente, dos melhores destinos do mundo para visitar é per si, também uma motivação para os investidores.

Talvez devido à retoma da economia e ao aumento da confiança dos investidores a Imobiliária e a Construção seguem a tendência dos anos anteriores e sofrem ambas um crescimento acentuado foi um dos que mais cresceram neste 1º trimestre de 2018, representando mais de 20% das novas empresas que se constituíram.

 

ALGUNS DOS NOSSOS PARCEIROS

ENTRE EM CONTACTO

Se deseja ser contactado por um consultor da Infotrust sobre um produto ou qualquer outra questão, por favor preencha o formulário abaixo com os seus dados.
NOME *
EMAIL *
TELEFONE / TELEMÓVEL *
* Campos de preenchimento obrigatório

Este site utiliza "cookies" para funcionar correctamente. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. - Saiba mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close